Por: Cândida Cabral - da Redação
 


Jornal dos Bairros - O Cerqueira César 30-09

 

Lygia Clark: uma retrospectiva

 

 

 

A exposição Lygia Clark: uma retrospectiva - em cartaz no Itaú Cultural até 11 de novembro - traz um panorama da produção da artista, que vai das pesquisas sobre os limites da pintura e da escultura à investigação sobre o corpo.
Na mostra, pode-se conhecer obras inéditas da autora, montadas a partir de documentos deixando por ela, e adentra seu processo criativo.
Além disso, pode interagir e experimentar formas, com os Bichos, ou vivenciar a arte fazendo parte dela, com as Proposições.
O evento inclui também debates e dois produtos digitais.
O seminário, que terá as mesas Muito Além do Lúdico e O Lugar da Invenção, discute os conceitos curatoriais da retrospectiva e temas pouco abordados pela crítica sobre Lygia Clark.
Os convidados são pesquisadores das artes visuais que conviveram com a artista ou realizaram estudos significativos sobre seu trabalho.
Há ainda um Museu Virtual, em que é possível interagir com trabalhos da artista.
A curadoria é de Felipe Scovino e Paulo Sergio Duarte; o projeto expográfico é de Pedro Mendes da Rocha. Confira abaixo detalhes da programação.
Lygia Clark: uma retrospectiva - Terça a sexta 9h às 20h
Sábado domingo feriado 11h às 20h. - Entrada franca
Itaú Cultural - Avenida Paulista, 149 (estação brigadeiro do metrô)
Informações: 2168-1777 / 2168-1775 - www.itaucultural.org.br


Jornal dos Bairros - O Cerqueira César 15-09

 

Conjunto Nacional apresenta:

3 em 1: design, decoração e consciência

 

 

 

Reconhecido mundialmente por seus adesivos artísticos e sustentáveis, o designer francês Antoine Tesquier Tedeschi, responsável pelas peças da Hu2 Design, volta ao Brasil para uma nova exposição, entre os dias 16 a 30 de setembro, no Conjunto Nacional, em São Paulo.
Com o nome "Minimalist Factor Exhibition", o designer francês apresenta seus novos trabalhos no Brasil.
A exposição conta com sua coleção de adesivos e pôsters, e ainda traz, com exclusividade, novos conceitos e trabalhos.
O público entenderá porque Tedeschi é considerado um dos mais importantes designers da atualidade.
Seu trabalho oferece um misto de design e funcionalidade - ao mesmo tempo que são itens de decoração, também promovem a consciência ambiental de maneira divertida e bem humorada.
A HU2 Design, empresa fundado por Antoine, é a única no mundo que produz adesivos ecológicos em vinil, 100% livre de cloros, plastificantes e PVC e totalmente recicláveis.
Com isso, a marca prova que é possível aliar o conceito eco-friendly com decoração. Este evento é oferecido pela A&S Importadora, representante exclusiva da marca Hu2 Design no Brasil.

Minimalist Factor Exhibition, por Antoine Tesquier Tedeschi
Período da exposição: de 16 a 29 de Setembro
Entrada Gratuita
No Condomínio Conjunto Nacional - Avenida Paulista, nº 2073
(Esquina com a Rua Augusta)

Jornal dos Bairros - O Cerqueira César 25-06

 

Calorias inteligentes no HC

Funcionários perdem cinco toneladas em quinze meses

 

 

 

Quase 2000 funcionários do Hospital das Clínicas estão empenhados, há quinze meses, numa “dura” missão: diminuir as próprias gordurinhas a mais. O resultado dessa maratona?
Eles já conseguiram emagrecer cinco toneladas. A média de redução de 2,6 quilos por funcionário motivou um novo encontro do grupo para atualizar o ranking de perdas. Dados levantados durante pesquisa do Instituto Central alertavam para uma dura realidade: um número muito alto de funcionários apresentava sobrepeso, encaixando-se nos níveis I, II e III de obesidade, que precisa de dieta, atividade física e acompanhamento de profissionais especializados.
Os 14 mil funcionários do HC, o maior hospital da América Latina, foram convidados a participar da mega-campanha de combate à obesidade e conseqüente prevenção de doenças crônicas relacionadas. O projeto recebeu o nome de “Calorias Inteligentes”. Aos poucos foram aderindo ao projeto e o programa contra sedentarismo e excesso de peso conta hoje com 1.913 participantes. O sucesso foi tanto que alcançaram o objetivo inicial antes do tempo: perderam cinco toneladas antes dos 18 meses, tempo inicialmente proposto como meta para a perda. O projeto gerou uma disputa saudável entre os funcionários dos Institutos, que “brigam” para colocar os seus locais de trabalho na liderança de quilos perdidos. Outra conseqüência visível do programa, lançado em 2006, foi o aumento explícito da auto-estima dos participantes.
Praça da Esperança - O espaço escolhido para a interação desse sortudo grupo, muitos agora já considerados “ex-rechonchudinhos”, não poderia ser mais sugestivo: a Praça da Esperança, dentro do complexo do HC. O primeiro evento promovido, segundo os organizadores, serviu de oportunidade para que todos conhecessem de perto os mais bem sucedidos. Com o sucesso do projeto seu coordenador, Haino Burmester, adiantou que o “Calorias Inteligentes” será mantido para que novos funcionários possam ter acesso. Agora os organizadores já preparam uma nova meta de perda de peso.
O diretor de serviços João Dorival Mathias Paulino, 43, perdeu 30 quilos durante esse período. Antes com 120 quilos, ele ainda permanece na labuta para atingir a meta estipulada na primeira entrevista com uma nutricionista. “Faltam dez”, explica o diretor de serviços, que confessa ter mudado hábitos alimentares, recorrido aos exercícios físicos e adotado a palavra determinação como a principal de seu vocabulário. “Perdi dois quilos na primeira semana do tratamento”, diz. Desde que passou pela primeira triagem várias coisas mudaram na vida de Paulino. A reeducação alimentar e a realização de três horas por semana de caminhadas, abdominais e pedaladas de bicicleta são a marca registrada dessa sua nova performance.
“Foi um período difícil, mas mantive a dieta”, recorda o diretor de serviços, que começou a ver os números entrarem em queda, até chegar aos atuais 90 quilos. Nesse tempo todo, um dos maiores obstáculos enfrentados por ele ocorreu entre outubro e fevereiro deste ano. O ponteiro da balança insistia em permanecer cravado em 97 quilos.
O funcionário explica que uma das modificações foi o abandono do uso de medicamentos para dor de cabeça. A má alimentação, constatam os médicos, provocava a indisposição. Assim como Paulino, pelo menos outros setes funcionários reduziram seus pesos em até 25 quilos.
O projeto “Calorias Inteligentes” foi criado para combater diretamente problemas causados pelo excesso de peso, como as doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes e a insônia dos funcionários. No programa, nutricionistas, enfermeiros e médicos aferem a pressão arterial, medem a circunferência abdominal e verificam o peso dos funcionários. Logo após, passam por uma avaliação e são encaminhados para um acompanhamento semanal com profissionais do Instituto de Saúde Integral. Além de palestras, seminários e orientações através de cartazes, folhetos e faixas, os participantes recebem gibis, tabelas e uma caderneta de anotação semanal, utilizada para que a pessoa possa anotar o consumo diário de alimentos. Os funcionários ainda podem tirar dúvidas em estações de atendimento.
“A obesidade é uma questão de saúde pública e precisa ser tratada com seriedade”, alerta Burmester. Segundo o coordenador o próximo passo será divulgar o êxito conquistado em casos como o do João Dorival, e transformar esses exemplos em verdadeiros espelhos de incentivo para que outras pessoas resolvam aderir. “De agora em diante vem o efeito vitrine”, prevê.
No dia 8 de agosto de 2006, dia Nacional de Combate ao Colesterol elevado, foi inaugurado um enorme placar, de 6,00m por 3,00m na praça da Esperança. No painel é mostrado a quantidade de quilos que os participantes já teriam emagrecido, na época da inauguração, uma tonelada. Essa iniciativa pretendia incentivar a adesão de novos funcionários.
Outra novidade implantada em agosto: duas empresas parceiras do HC, do Instituto de Saúde Integral e da Secretaria de Estado da Saúde, idealizadores do programa, repassaram ao hospital uma tonelada de alimentos, que foi doado a instituições de caridade. E para cada quilo perdido, o Carrefour e o Restaurante Palheta entregaram ao HC um quilo de mantimento. Enquanto os funcionários ganham saúde, famílias carentes ganhavam alimentos.
O sobrepeso é um problema que atinge quase 50% da população mundial, podendo provocar o aparecimento de diabetes, problemas do coração, entre outras doenças.
Em sete meses, os profissionais já tinham perdido 2,5 toneladas, ou seja, atingiram 50% do valor pré-estabelecido. Para comemorar o feito o Dr. José Manoel de Camargo Teixeira, superintendente do HC, decidiu atualizar a nova marca. A “virada do placar” aconteceu num grande evento que contou com uma caminhada e a presença dos organizadores.

 

 

 

Jogadores patológicos

 

 

O Ambulatório do Jogo Patológico, ligado ao Instituto de Psiquiatria do HC, iniciou triagem para tratamento e estudo de pessoas viciadas em bingo, loterias, vídeo-pôquer, corrida de cavalos, cassino e outras formas de jogos de azar que envolvam apostas em dinheiro. O tratamento, voltado a homens e mulheres maiores de 18 anos, é baseado em acompanhamento psiquiátrico e psicológico por um período médio de dois anos. Vale lembrar que o tratamento será gratuito. Os principais sinais da dependência de jogo são: perda do controle do impulso, mentiras para encobrir o problema e tentativas fracassadas no sentido de controlar a compulsão, perdas e prejuízos relacionados à família, profissão ou estudo. Os interessados devem ligar para 3069-7805, deixar nome e telefone na secretária eletrônica, ou se preferirem podem se inscrever pelo e-mail: amjo_ambulatorio@yahoogrupos.com.br

 

Edição anterior