Diretor:

Egydio Coelho da Silva

Diretor de Redação:

Haroldo Rodrigues do Lago

Atualização Mensal
Observatório político-jornais de bairro (agosto/2011)

22/abril/2013

Observatório político

Antônio Zorro de Medeiros

Correspondência a esta coluna: politica@ajorb.com.br

__________________________________________________________
 


Desconfiança com a bondade
 

em início de mandato de Haddad


 

Ficheiro:Fernando Haddad na CMSP.JPG
 

 

Haddad teria novamente QI alto para governador?

 

O prefeito Fernando Haddad se mostra neste início de mandato com muita bondade: fiscaliza pouco, devolve taxa e procura fazer uma administração bem social e ainda agradar a classe média.

Para observadores políticos, isso é estranho. Normalmente no início de mandato prefeitos, governadores e até presidentes da República aproveitam para fazer os famosos “pacotes


 de maldades”. Aumentam impostos e fazem leis para ajustes administrativos e políticos porque têm certeza de que a memória dos eleitores é fraca e, após três ou quatro anos, já se esqueceram.
Aí em véspera de novas eleições chega a hora dos “pacotes de bondades”.
Antecipando bondade, é de supor que o Prefeito já se acha em ampla campanha para ser candidato a candidato a governador.


Email recebido

Órgão municipal fiscalizador de jornais de bairro
 

Caro Antônio Zorro,
Orientado por uma agência de publicidade a atender à exigência para colocar os dados de meu jornal no site da Prefeitura de São Paulo, deparei com a exigência de que tinha de citar o meu número de cadastro no “Órgão Fiscalizador municipal de Jornais de bairro”.
Eu então desisti, pois isso com certeza tiraria a liberdade que tenho de escrever o que acho certo ou errado, principalmente nas carências de serviço público municipal, que se observa em meu bairro, por parte da subprefeitura. Gostaria que você publicasse esta minha reclamação em sua coluna “Observatório Político”, mas, por favor, não publique o nome de meu jornal para que não seja mais discriminado do que já sou. Grato.
Luciano de Almeida Jr.
Opinião deste colunista:
Pelo que você conta, infelizmente, se

confirma o preconceito que os radicais do PT, encastelados no segundo e terceiro escalões do governo municipal, têm contraa imprensa em geral.
No âmbito federal, insistem em criar um “marco regulatório da imprensa”, mas a própria presidenta Dilma já se manifestou contrária a isso.
Como não acharam espaço em Brasília para essa ideia de jerico, provavelmente pensam em inventar restrições aos jornais em São Paulo. O mais estranho é que todos os ex-prefeitos sempre disseram que as críticas e reclamações que são estampadas nos jornais de bairro os ajudam a administrar, já que não é fácil ao prefeito saber da competência do subprefeito sem ajuda dos veículos comunitários. É pena e espero que o prefeito Haddad demita esses radicais, que prejudicam não só a população, mas a própria imagem do PT.
 Antônio Zorro de Medeiros


BNDES e as multinacionais

A política do BNDES de emprestar dinheiro a grandes empresas nacionais para competir com as multinacionais estrangeiras felizmente parece que está chegando ao fim.
Foram mais de 18 bilhões de reais em frigoríficos e outras empresas e algumas delas estão em situação financeira difícil; até em recuperação judicial.
É dinheiro público que se foi pelo ralo.
Agora, parece que caiu ficha e o BNDES diz que vai investir em pequenas e médias empresas, que, como é sabido, geram mais empregos e até mais impostos aos cofres públicos.
O que preocupa é o fato de que isso vem acontecendo desde o início do Governo de Lula da Silva e a iniciativa de mudança é do próprio Governo de Dilma Rousseff.
É surpreendente que, durante esses dez anos, ninguém da oposição sequer denunciou ou, ao menos, questionou essa política, que só beneficiou as grandes empresas e desviou recursos públicos que poderiam se melhor aplicados.
A pergunta que fica no ar é: “será que temos oposição competente no Brasil?”

Projetos sociais

O deputado federal Mendes Thame em pronunciamento na Câmara dos Deputados alerta para o fato de que as empresas podem


destinar um por cento e as pessoas físicas seis por cento de seu imposto de renda para auxiliar projetos sociais.
“Muitos contribuintes, no entanto, não sabem ou não se lembram de que parte do imposto devido pode ajudar crianças e adolescentes atendidos por esses projetos”, lamenta.
”Com base nesse conceito, venho todo ano divulgando esta possibilidade de ajudar os projetos sociais e defendendo a aprovação de uma lei que permita a destinação dos recursos pelo contribuinte na hora do pagamento do imposto, e não no ano anterior como prevê a legislação atual”, conclui.

Ensino gratuito

O deputado Carlos Zarattini está divulgado em seu site na Internet que o Pronatec está com inscrições abertas para cursos de formação em várias áreas.
E que há 32 mil vagas disponíveis para cursos gratuitos em escolas públicas federais e estaduais e nas unidades de ensino do Senai, do Senac, do Senar e do Senat – o chamado Bolsa-Formação.
Podem se candidatar trabalhadores de todo o Brasil e estudantes que terminaram ou ainda estão cursando o ensino médio.
Esclarece que s inscrições não têm prazo para acabar e podem ser feitas a qualquer momento no portal do Pronatec.

Diálogos imaginários de

 

Zé Periferia com o prefeito Abade

Prefeito Abade:
Amigo Zé Periferia, se faço maldade, a oposição diz que já sabia que eu era assim, se faço bondade, dizem que sou mal intencionado...


Periferia:

Talvez o prefeito Abade deva ser mais cauteloso, pois bondade demais até santo desconfia...

Texto: Zuel Antônio Costela

 

_____________________________________________________________

++Antônio Zorro de Medeiros é jornalista.
Correspondência a esta coluna: politica@ajorb.com.br
Texto exclusivo para os jornais de bairro de São Paulo, que ficam autorizados a publicar na íntegra ou parcialmente. Outros também, desde que citem a fonte e deem crédito.


*Zé Periferia e o Prefeito - anteriores

Observatório político-março/2013

Observatório político-fevereiro/2013

Observatório político-janeiro/2013

Observatório político-dezembro/2012

Observatório político-novembro/2012

Observatório político-outubro/2012

Observatório político-setembro/2012

Observatório político-agosto/2012

Observatório político-julho/2012

Observatório político-junho/2012

Observatório político-maio/2012

Observatório político-abril/2012

Observatório político-28/03/2012

Observatório político-05/03/2012

Observatório político-07/02/2012

 

Observatório político, colunas publicadas em 2011

xxxxxxxxxxxxxxx 

 

Se você se sentir prejudicado com qualquer notícia aqui divulgada e quiser se utilizar do direito de resposta, favor enviar email de volta, que a sua opinião será divulgada com o mesmo destaque e enviada para as mesmas pessoas que receberam esta mensagem.

 

Fale com o presidente da Ajorb

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© Copyright ® 2003-2011 - Jornal dos Bairros - Fone: 3242-0270 - Todos os Direitos Reservados - Cristiano Coelho- Web Master